Denúncias de venda de imóveis populares voltarão a ser debatidas

Vereador Tiãozinho agenda discussão sobre comercialização indevida no Residencial das Árvores

Publicado em: 19 de março de 2019

Irregularidades envolvendo a comercialização de imóveis do Residencial das Árvores, em Nova Odessa, voltaram a ser tema de discussão na Câmara Municipal nesta semana. Durante a sessão realizada na segunda-feira (dia 18) houve a aprovação de requerimento do vereador Sebastião Gomes dos Santos, o Tiãozinho (MDB), agendando para o dia 22 de abril um novo debate acerca do tema.

O vereador cita que existem informações de ocupação irregular em pelo menos 35 dos 720 imóveis, distribuídos nos Ipês Branco, Amarelo e Roxo. Por contrato, firmado pelo Município com os Governos Estadual e Federal, através dos programas ‘Casa Paulista’ e ‘Minha Casa, Vida Vida’, os contemplados podem comercializar as unidades apenas decorridos 10 anos da entrega, que se deu em meados de 2015.

Tiãozinho está convocando o responsável pela Diretoria de Habitação e convidando o gerente da Caixa Econômica Federal, além dos síndicos do Residencial das Árvores, para debater sobre novas denúncias de comercialização dos imóveis – a venda, locação ou cessão dos apartamentos populares. “Sempre somos questionados a respeito disso e é necessário esclarecer novamente o assunto”, pondera.

O parlamentar explica que será nova oportunidade de discutir publicamente as denúncias. “Queremos saber como a Prefeitura e a Caixa Federal estão atuando”, finaliza. Em 2017 a Câmara realizou um debate do tema e depois investigou, através de uma CEI (Comissão Especial de Inquérito), o processo de seleção, ocupação e cadastro habitacional usado para a cessão dos 720 apartamentos populares.


Publicado por: Assessoria de Imprensa

Cadastre-se e receba notícias em seu email