Instalação de antenas em prédios é tema de discussão

Segundo Avelino Poneis, empresas pagam até R$ 5 mil para síndicos para instalarem equipamentos de forma clandestina

Publicado em: 14 de junho de 2017

O vereador Avelino Xavier Alves, o Poneis (PSDB), teve aprovado na sessão da última segunda-feira requerimento que solicita atenção da fiscalização da Prefeitura quanto a instalação clandestina de estações de rádios base em Nova Odessa. Segundo o vereador, já existe na cidade lei que disciplina a instalação destas estações, mas empresas de telefonia móvel estariam supostamente burlando a lei e instalando antenas no topo de prédios residenciais sem o conhecimento e fiscalização do poder público.

“Já há lei que permite que a Prefeitura possa fiscalizar a instalação dessas antenas. Mas o que está acontecendo é que hoje em dia as empresas não instalam mais torres, só antenas. As empresas de telefonia estão fazendo contratos com síndicos de prédios e instalando essas antenas no alto dos edifícios, sem torres, e com isso nós não temos como fiscalizar”, explicou Poneis.

Segundo o vereador, a possibilidade de fiscalizar as antenas é de extrema importância. “A gente não sabe o que estão instalando no alto dos prédios, se isso pode afetar a saúde de quem mora perto ou não. Simplesmente eles chegam, fazem acordo com os síndicos, pagam um considerável valor mensal e instalam a antena sem que tenha nada oficializado na prefeitura”, afirmou. Para Poneis, o custo em cada prédio chega a ser de até R$ 5 mil mensais.

“Caixas d’água e até sobrados residenciais em locais altos da cidade podem estar servindo de torre para antenas de telefonia móvel. É preciso que haja fiscalização correta”, completa o vereador.

O requerimento pede ao Executivo que se atente ao assunto e regularize o tema por meio da atualização da lei existente.


Publicado por: Assessoria

Cadastre-se e receba notícias em seu email