Carla festeja aprovação do requerimento sobre o parto humanizado

Com o nome de “parto sem dor” a parturiente teria o direito de optar pela utilização da analgesia em partos normais

Publicado em: 13 de junho de 2018

A vereadora e presidente da Câmara, Carla Lucena (PSDB) festejou a aprovação do seu requerimento no qual pede ao prefeito Municipal a aplicação do parto humanizado, também conhecido em alguns projetos como parto sem dor, na maternidade do Hospital Municipal de Nova Odessa. O requerimento foi muito elogiado pelos vereadores que pediram para assinar juntos.

 

“Fiz este questionamento sobre o parto sem dor, já que muitos municípios já tem este projeto em andamento, para saber como é trabalhado em nossa cidade. Esta possibilidade facilitaria a vida de muitas mães para terem um pouquinho mais de tranquilidade na hora do parto, o que é um direito delas. A ideia de humanizar o parto destas mamães é dar o máximo de conforto à mulher”, explicou a presidente.


Segundo Carla a Lei 15.759/2015, que disciplina o parto humanizado no âmbito estadual, garante que toda gestante atendida pela Rede Pública de Saúde, tenha o direito de optar pela utilização da analgesia em partos normais, caso seja necessário.


A mesma Lei disciplina também o tratamento humanizado para a parturiente, acolhendo a mulher nesse momento tão importante, garantindo que ela esteja acompanhada em todo o tempo, recebendo todas as informações necessárias e oferecendo métodos não farmacológicos para aliviar a dor, tais como, massagem terapêutica, banheira com água morna etc.


No documento a parlamentar questiona se os preceitos da Lei n. 15.759/2015 são observados no âmbito do Município; quais são as condições para o atendimento às gestantes no Hospital Municipal e maternidade Acílio Carrion; o Prefeito Municipal pretende apresentar Projeto de Lei que discipline esse assunto no âmbito do município; e se existem estudos voltados ao tema proposto para ser implantado no Hospital de Nova Odessa.

 


Publicado por: Assessoria de Imprensa

Cadastre-se e receba notícias em seu email