Autoridades buscam viabilizar ampliação do trevo da Rodovia Anhanguera

O presidente da Câmara e o secretário de Obras buscam informações na AutoBAn

Publicado em: 04 de julho de 2019

O vereador e presidente da Câmara de Nova Odessa, Vagner Barilon (PSDB), esteve nesta quarta-feira (dia 3) em reunião na sede administrativa do Grupo CCR AutoBAn, em Jundiaí, retomando as tratativas com a concessionária que administra a Rodovia Anhanguera, para tentar uma possível ampliação do trevo da cidade, tendo em vista a instalação de empreendimentos industriais nas proximidades.

Barilon esteve acompanhado do secretário de Obras e Serviços Urbanos, Elvis Ricardo Garcia (o Pelé), e do engenheiro e fiscal da Prefeitura, Erik Ortolano. “O intuito é ampliar a estrutura do trevo do quilômetro 118, para evitar que se formem ‘gargalos’ no trânsito com a implantação de novos empreendimentos que podem ser instalados naquela região”, cita o parlamentar.

As autoridades novaodessenses foram recebidas por quatro representantes do Grupo CCR AutoBAn: Grover Carvalho, Hamilton Duarte, Rafael Brisola e Simone Spin. O objetivo é retomar o diálogo iniciado em 2013 com a concessionária. “O ônus de implantação das melhorias é do polo gerador de tráfego, segundo preconiza o Código de Trânsito Brasileiro”, frisa Grover.

Os dirigentes da AutoBAn confirmaram que já houve interesse de empresários, assim como da Prefeitura de Nova Odessa. Anteriormente a concessionária recebeu um estudo de impactos no tráfego, mas apenas do Parque Industrial São Lourenço. Além disso, o documento tem aproximadamente cinco anos e já houve mudanças físicas no entorno do trevo, necessitando de atualização.

“É preciso que todos os empreendedores próximos se juntem e façam um estudo abrangente de tráfego, para que a gente forneça a solução de engenharia mais adequada”, reforça Grover. As alternativas serão para dar fluidez ao tráfego com o aumento de circulação proveniente do funcionamento do parque industrial. São itens como alças de acesso, retornos e as faixas de aceleração e desaceleração.

“Estamos buscando informações junto a AutoBAn para saber qual o caminho a percorrer entre todas as partes envolvidas para tentar viabilizar essa obra importante e necessária ao município”, completa Pelé. O secretário de Obras pretende entrar em contato com o Grupo São Lourenço para dar andamento na elaboração de um novo estudo de tráfego para apresentar à concessionária.


Publicado por: Assessoria de Imprensa

Cadastre-se e receba notícias em seu email