Tiãozinho festeja capacitação de 430 profissionais em noções de Primeiros Socorros

Parceria entre secretarias de Educação e de Saúde treinou, de acordo com a Lei Lucas, profissionais da rede de ensino

Publicado em: 20 de julho de 2018

Autor do projeto de Lei 24/2018, que dispõe sobre a implantação do Curso de Treinamento em Primeiros Socorros para os profissionais da rede de ensino de acordo com a “Lei Lucas Begalli Zamora”, o vereador Sebastião Gomes dos Santos, o Tiãozinho do Klavin (MDB), festejou a conclusão da capacitação de 430 profissionais da Educação, realizada pela prefeitura através de uma parceria entre as secretarias de Educação e de Saúde. O parlamentar parabenizou os profissionais envolvidos neste projeto.
 
“Já tinha feito um projeto anterior a este, chamado de ‘Lei Lucas’, no qual pedia esta capacitação. E este ano, pedi uma alteração na Lei, na qual incluímos o nome da Lei para fortalecer a causa desta família que perdeu tragicamente seu ente querido. Acredito que os profissionais de Educação terem noções básicas de Primeiros Socorros podem contribuir muito  para a redução do sofrimento e complicações futuras além de, em muitos casos, salvar vidas”, disse Tiãozinho.
 
Os profissionais da rede básica de Educação em Nova Odessa receberam capacitação para atuar em primeiros socorros, com a preparação dos professores e coordenadores que atuam em todas as unidades de ensino da cidade. 
 
Participaram do treinamento 159 educadoras de creche, 54 professores de Educação Infantil, 148 professores de Ensino Fundamental, 12 professores de Educação Física, 11 professores de Artes, 23 diretores, 19 coordenadores pedagógicos e 7 profissionais da equipe técnica da secretaria de Educação.
 
As palestras e exercícios práticos foram ministrados pelo enfermeiro André Barros que explicou como reconhecer situações que ponham a vida do paciente em risco. Segundo ele, saber reconhecer o problema é vital na hora de aplicar o socorro. A importância de controlar sangramento e minimizar riscos, além de providenciar atendimento especializado o mais rápido possível também foram pontos abordados. “Em todo o tempo, o socorrista deve manter a calma e também acalmar a vítima. Isso garante um melhor resultado das ações”, destacou. Na prática, André também mostrou técnicas de atendimento adequado a diversas situações como engasgamento mecânico, comum em crianças pequenas. 
 


Publicado por: Assessoria de Imprensa

Cadastre-se e receba notícias em seu email