Nenê Réstio cobra ações para coibir o tráfego de caminhões pelos bairros

Medida seria para tentar acabar com o rompimento dos cabos e fios elétricos que afetam a população

Publicado em: 01 de novembro de 2018

Foi aprovado na última segunda-feira, dia 29, um requerimento do vereador Angelo Roberto Réstio, o Nenê Réstio (MDB), no qual pede informações do Executivo sobre medidas que poderão ser adotadas para coibir o tráfego de caminhões pelos bairros. Segundo o parlamentar, um dos problemas recorrentes são os rompimentos dos cabos e fios elétricos que afetam diretamente grande parte da população.
 
“Alguns moradores dos bairros São Manoel e Alvorada me procuraram para relatar que enfrentam frequentes problemas com os caminhões que passam e rompem a fiação seja de internet ou energia elétrica, o que traz transtornos à população que hoje depende muito de ambos, já que muita gente trabalha de casa, tem comércio nas localidades que são informatizados, enfim, causam enormes transtornos por pura falta de pequenas medidas que possam ser tomadas em relação a isso”, disse Nenê Réstio.  
 
Segundo o emedebista este problema acontecia com muita frequência na Rua Jequitibás, divisa dos bairros Jardim Alvorada e Jardim Capuava. “Os moradores relatam que a manutenção da rede e restabelecimento dos serviços demoravam de dois a três dias para acontecer, no caso de internet”, explicou. 
 
O problema agora tem sido recorrente no Jardim São Manoel, mais especificamente no cruzamento das Ruas Jaime Marmille e Vitório Crispin. 
 
No documento, já encaminhado ao Executivo, Nenê questiona se é possível instalar placas informando sobre a altura permitida para o tráfego de caminhões em determinados pontos; se tem como fiscalizar estas ocorrências; ou se há como desviar o trânsito de caminhões por avenidas ou ruas que não teriam este problema; além de querer saber se é possível negociar com as empresas (energia elétrica e internet) para fazer os próximos serviços de cabeamento ou conserto pelo chão ao invés de pelo ar. 
 
 
 


Publicado por: Assessoria de Imprensa

Cadastre-se e receba notícias em seu email